25 de novembro | Dia nacional do doador voluntário de sangue

01-ok8

A data foi instituída no Brasil em 30 de junho de 1964, pelo decreto 53.988 promulgado pelo Presidente Castello Branco.

 

Você sabia?

Que em uma única doação de sangue entre 400ml e 450ml, é possível obter até quatro componentes diferentes que são utilizados em quatro situações clínicas muito importantes?

Concentrado de hemácias, ou concentrado de glóbulos vermelhos. Utilizado em pessoas com anemia, que sofreram acidentes ou passaram por cirurgias.

Concentrado de plaquetas. Fundamental no tratamento de câncer, nas quimioterapias e transplantes, principalmente nos transplantes de medula óssea.

Plasma. Utilizado em problemas de coagulação.

Crioprecipitado. Menos frequente, mas pode ser utilizado em tratamento para pessoas com hemofilia e com alteração grave de coagulação.

 

O que é preciso para doar?

  • Estar em boas condições de saúde. Portanto, é muito importante ser honesto na hora do preenchimento do formulário antes de iniciar a doação.
  • Ter entre 16 e 69 anos
  • Pesar no mínimo 50 kg
  • Estar descansado (ter dormido no mínimo 6 horas nas 24 horas anteriores.
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação.
  • Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial.

 

Conheça alguns postos onde você pode fazer doação com segurança e em dias alternativos!

 

Posto Clínicas

Av: Dr. Enéias Carvalho de Aguiar, 155 – 1º andar – Cerqueira César – SP.

De segunda a sexta-feira, das 7:00h ás 19:00h

Sábados e Feriados, das 8:00h ás 18:00h

Domingos, no 1º e 3º de cada mês, das 8:00h ás 18:00h

Posto Dante Pazzanese

Av: Dr. Dante Pazzanese, 500 – Ibirapuera – SP.

De segunda a sexta-feira, das 8:00h ás 17:00h

Sábados, das 8:00h ás 16:00h

Domingos e feriados: Fechado

 

Posto Regional de Osasco

Rua: Oswaldo Collino s/nº – Presidente Altino – Osasco – SP.

De segunda a sexta-feira, das 8:00 ás 16:30h

Sábado, das 8:00h ás 16:00h

Domingos e Feriados: Fechado

 

“Doar sangue é um ato de carinho e amor pelo próximo!”

NOVEMBRO AZUL

files_950_201311050954361fd7

O movimento Novembro Azul, visa orientar a população masculina sobre a importância dos exames para diagnóstico precoce do câncer de próstata. A campanha é realizada no mês de novembro devido ao Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, celebrado no dia 17 de novembro. Em todo o Brasil, inúmeras ações serão realizadas em prol da conscientização da doença.

 

O Câncer

A doença ocorre quando as células da próstata, glândula localizada próxima à bexiga, começam a se multiplicar dessa forma desordenada. Na fase inicial, o paciente não apresenta sintomas, o que torna imprescindível que os homens façam os exames específicos indicados pelo médico.

 

Mas por que se prevenir?

 

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de próstata é o segundo mais comum entre homens, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Hoje, ele é o sexto mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, o que representa cerca de 10% do total de cânceres. Apenas esse ano, o INCA estima-se que 60.180 novos casos sejam diagnosticados.

 

Como se prevenir?

 

O diagnóstico precoce é hoje a arma mais importante. Porém, existe certa resistência por parte de alguns pacientes em fazer por exemplo, o exame de toque retal. E essa resistência é que precisa ser “quebrada”, pois quando descoberto nos estágios iniciais, as chances de cura do câncer de próstata são muito mais altas. No Brasil, a doença é responsável por 6% do total de óbitos de homens e em 2010, fez 12.778 vítimas.

 

Quando se prevenir?

Comece agora!!! Não deixe para depois! Mantenha-se dentro do peso ideal criando novos e bons hábitos alimentares, saia do sedentarismo e realize atividade física! Homens com mais de 50 anos, agende uma consulta médica e inicie um acompanhamento. Em caso de homens que tenham etnia negra e/ou histórico familiar de câncer de próstata deve iniciar acompanhamento médico aos 40 anos de idade.

A importância dos exames

 

Fazer os exames solicitados pelo médico no check up de rotina é uma das formas de prevenção da doença. A Sociedade Americana de Urologia recomenda que o exame de sangue para a dosagem do antígeno prostático específico (PSA) seja realizado anualmente por homens a partir dos 45 anos. Além dele, também é importante o exame clinico da próstata.

 

 

Dúvidas Comuns:

 

– Quais os sintomas que podem indicar possíveis alterações na próstata?

O câncer de próstata não costuma causar sintomas na fase inicial. Portanto, torna-se importante a consulta rotineira ao urologista, com o objetivo de fazer o diagnóstico precoce da doença, por meio do PSA e do toque retal.

 

 

– Pacientes com histórico familiar de câncer de próstata tem maior risco?

Quando existem na família parentes em primeiro grau com câncer de próstata, a chance de apresentar a doença é de duas a cinco vezes, dependendo da idade em que foi diagnosticado no parente e no número de membros que apresentaram o câncer.

 

 

– O exame de sangue pode substituir o exame da próstata?

O PSA é sim a melhor ferramenta para o diagnóstico do câncer de próstata, mas não substitui o exame de toque. A maioria dos casos de câncer de próstata é diagnosticada por meio do PSA. Em muitos casos, porém, o resultado do exame de sangue não mostra muita elevação, e a percepção de um nódulo identificado pelo toque retal pode orientar a realização de uma biópsia da próstata.

 

– O câncer de próstata causa impotência?

O que pode causar impotência em alguns casos é o tratamento cirúrgico. Mas na maioria dos casos é revertida com o uso de medicações específicas ou o uso de prótese peniana.

 

 

 

Não adote este ato apenas durante um mês! Preserve-se e ame-se sempre! Afinal, ninguém melhor que você para cuidar da sua saúde!!!

14 de Novembro | Dia Mundial do Diabetes

diabetes1

Houve um grande crescimento no número de casos de diabetes tipo 2 em todo o mundo. Em 1985, era estimado haver 30 milhões de pessoas com diabetes. Em 1995, esse número já ultrapassava os 150 milhões. De acordo com as estatísticas da IDF (International Diabetes Federation), atualmente o número já supera os 250 milhões. Se nenhuma atitude eficiente de prevenção for feita, a IDF estima que o número total de pessoas com diabetes em 2025 alcançará os 380 milhões. Já o diabetes tipo 1 não pode ser prevenido. Mesmo assim, a cada ano aumentam os casos registrados.
Conheça alguns dados da Estatística

Segundo a IDF, estima-se que metade das pessoas com diabetes desconheça a própria condição. Em países em desenvolvimento, essa estimativa chega a 80%.

  • Estudos mostram que exercícios físicos e dieta equilibrada previnem 80% dos casos de diabetes tipo 2;
  • Até 2025, o maior aumento na incidência do diabetes está previsto para os países em desenvolvimento;
  • Em 2007, os cinco países com os maiores números de pessoas com diabetes eram: Índia (40,9 milhões), China (39,8 milhões), Estados Unidos (19,2 milhões), Rússia (9,6 milhões) e Alemanha (7,4 milhões);
  • Em 2007, os cinco países com a maiores prevalência de diabetes na população adulta eram Nauru (30,7%), Emirados Árabes Unidos (19,5%), Arábia Saudita (16,7%), Bahrein (15,2%) e Kuwait (14,4%);
  • A cada ano 7 milhões de pessoas desenvolvem diabetes;
  • A cada ano 3,8 milhões de mortes são atribuídas ao diabetes. Um número maior de mortes provenientes de doenças cardiovasculares pioradas por desordens lipídicas relacionadas ao diabetes e por hipertensão;
  • A cada 10 segundos uma pessoa morre de causas relacionadas ao diabetes;
  • A cada 10 segundos duas pessoas desenvolvem diabetes;
  • O diabetes é a quarta maior causa mundial de morte por doença;
  • O diabetes é a maior causa de falência renal em países desenvolvidos e é a maior responsável por grandes custos de diálise;
  • O diabetes tipo 2 se tornou a causa mais freqüente de falência renal nos países ocidentais. As incidências registradas variam entre 30% e 40%em países como Alemanha e EUA;
  • 10 a 20% das pessoas com diabetes morrem de falência renal;
  • É estimado que mais de 2,5 milhões de pessoas no mundo estão afetadas pela retinopatia diabética;
  • A retinopatia diabética é a maior causa de perda de visão de adultos em idade laboral (20 a 60 anos) em países com indústrias;
  • Em média, pessoas com diabetes tipo 2 têm sua expectativa diminuída em 5 a 10 anos em relação a pessoas sem diabetes, principalmente por causa de doenças cardiovasculares;
  • As doenças cardiovasculares são a maior causa de morte no diabetes, respondendo por 50% das fatalidades e por muitas inaptidões;
  • Pessoas com diabetes tipo 2 estão cerca de duas vezes mais suscetíveis a um ataque cardíaco ou derrame do que as que não tem diabetes. Na verdade, pessoas com diabetes tipo 2 são tão suscetíveis a um ataque cardíaco quanto pessoas sem diabetes que já tiveram um ataque.

Não faça parte dessa estatística!!!

 

Procure incluir em sua alimentação mais frutas, legumes, verduras e alimentos de origem caseira!

Hidrata-se! A água é uma ótima fonte!

Saia do sedentarismo! E aos poucos inclua em sua vida uma atividade física que lhe dê prazer!

Não deixe que alimentos industrializados façam parte de sua rotina!

Prevenção e Controle do Diabetes

sugar-substitutes-and-artificial-sweeteners-1

• Alimente-se a cada 3 horas! Opte por fazer uma alimentação regular e sem excessos!

• Prefira consumir produtos in natura aos industrializados. Estes são ricos em gorduras e conservantes que se acumulam em seu corpo promovendo um índice glicêmico elevado.

• Troque o frito pelo assado, grelhado ou cozido! Desta forma estará evitando o consumo de gordura além do necessário!
• Na ausência de produtos in natura, dê preferência a produtos diet.

• Como sobremesa, prefira frutas! Mas evite ultrapassar o consumo de três unidades/porção por dia.

• Dispense a adição de açúcar/mel no café, chá ou suco, prefira consumir estes produtos in natura ou com adoçantes.

• Dê preferência a pães, bolos e massas integrais. Estes são ricos em fibras que auxiliam no metabolismo dos carboidratos!

• Evite a composição de batata, macarrão, arroz, mandioca ou outros carboidratos na mesma refeição!

• Beba água! A quantidade em média por dia para um adulto são de 2 litros! Se não houver nenhuma restrição!

• Realize exercícios físicos regularmente, inicie de forma simples como por exemplo caminhada no parque ou pista!

• Faça uso correto das medicações prescritas pelo seu médico, respeitando quantidade e horários!

Lembre-se! Alimentar-se de forma saudável e fazer atividade física é importante para o controle de agravos e prevenção de inúmeras doenças!

Fonte: DAB-Departamento de Atenção Básica

Artrite/Artrose

saúde professor - artrite

A Artrite e a Artrose, fazem parte do conjunto de doenças agrupadas sob a designação de Reumatismo. Artrite é uma doença inflamatória crônica que pode afetar várias articulações. Tem causa desconhecida, mais facilmente observada em mulheres jovens se agravando com o envelhecimento, mas que também acomete homens.

Já a Artrose é uma doença que se caracteriza pelo desgaste da cartilagem articular e por alterações ósseas, ou seja, deformidades conhecidas popularmente como bico de papagaio e na maioria das vezes afeta mais as pessoas idosas. Ocorre por causa desconhecida, alterações metabólicas ou hereditariedade.

A dor é uma característica em comum para as duas doenças e lguns alimentos por terem propriedades anti-inflamatórias e oxidantes podem ajudar a amenizá-la:

• Atum, sardinha, salmão, truta, tilápia, arenque, anchova, cavalinha, bacalhau; sementes de chia e linhaça, castanha de caju e do Pará, amendoim e nozes, por serem ricos em ômega 3.

• Alho macerado e cebola, por conterem alicina, considerado um ótimo anti-inflamatório.

• Frutas cítricas como laranja, abacaxi, limão, acerola, pela presença de vitamina C, portanto, melhoram o sistema imunológico.

• Frutas vermelhas como romã, melancia, cereja, morango e goiaba, por conterem antocianina, que tem ação antioxidante.

• Legumes e verduras, principalmente a couve-flor, tomate, brócolis, espinafre, repolho e cenoura.

• Leite desnatado e queijos brancos como por exemplo ricota e cottage.

• Procure evitar alimentos condimentados e industrializados.

• Manter o peso adequado também é muito importante, pois o excesso de peso pode causar sobrecarga nas articulações, piorando a dor, além de que a gordura favorece o processo inflamatório.

• Atividade física orientada por um profissional capacitado também é indicado!

Nos casos de artrite gotosa a inflamação é causada pelo acúmulo de ácido úrico, por isso é importante evitar o excesso alimentos que aumentam o ácido úrico como por exemplo: carne vermelha, carne de frango, fígado, moela, coração e bebidas alcóolicas.

Lembre-se! Alimentar-se de forma saudável é importante para o controle de agravos de inúmeras doenças!

Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia

Prevenção e Controle da Pressão Arterial

saúde professor - pressão arterial

• Prefira consumir produtos in natura aos industrializados. Estes são ricos em sódio e promovem o aumento da pressão!

Ex: sopa saquinho, suco saquinho ou caixa, nuggets, bolacha água e sal e etc.

• Reduza o sal no preparo das refeições e aumente a adição de temperos como: alho, salsa, cebolinha, cebola, pimentão, páprica, manjericão e etc. Seu alimento ficará muito mais colorido e saboroso!

• Procure retirar toda a gordura das carnes antes do preparo. Durante o cozimento parte da gordura é absorvida, portanto, retirar a gordura somente depois de pronto não adianta!

• Troque o frito pelo assado, grelhado ou cozidos!

• Alimentos como cereais, aveia, amêndoas e nozes são excelentes aliados na alimentação!

• Aumente o consumo de frutas, legumes, verduras pois são ricos em fibras!

• Beba água! A quantidade em média por dia para um adulto são de 2 litros! Se não houver nenhuma restrição!

• Realize exercícios físicos regularmente, inicie de forma simples como por exemplo caminhada no parque ou pista!

• Evite fumar e consumir bebidas alcóolicas excessivamente.

• Faça o uso correto das medicações prescritas pelo seu médico, respeitando quantidade e horários!

Lembre-se! Alimentar-se de forma saudável e fazer atividade física é importante para o controle de agravos e prevenção de inúmeras doenças!

Fonte: DAB – Departamento de Atenção Básica

#QualidadeDeVida

 

‘Outubro Rosa’ oferece mamografia gratuita para mulheres em Sumaré

Campanha no município começa na terça, na Praça das Bandeiras. Para participar do evento é necessário ter mais de 35 anos.

Sumaré (SP) realiza exames de mamografia gratuitos para mulheres que tenham mais de 35 anos. A iniciativa faz parte da campanha de prevenção ao câncer de mama “Outubro Rosa”.

Para participar, as moradoras que têm entre 35 e 49 anos deverão comparecer ao “Mulheres do Peito”, um consultório e laboratório móvel da Secretaria de Saúde do Estado, com encaminhamento médico (seja da rede pública ou particular) solicitando o procedimento.

Já as mulheres com 50 anos ou mais podem apenas comparecer ao local. Todas as interessadas na realização do exame preventivo devem levar RG e cartão do SUS.

No total, a Prefeitura espera que 750 mamografias sejam realizadas ao longo do mês, com 50 exames sendo feitos diariamente na carreta, que ficará disponível por duas semanas na Praça das Bandeiras. As senhas para a realização do procedimento serão distribuídas a partir das 9h.

Outubro
A campanha também acontece na rede municipal de saúde a partir do dia 1º de outubro, com realização de mamografias, papanicolau e testes rápidos de HIV e sífilis. Além dos exames clínicos, o evento também oferece iniciativas de orientação e esclarecimento sobre o câncer de mama. A progração completa do Outubro Rosa está disponível no site da prefeitura.

Fonte: G1.com

Outubro Rosa: Parque do Ibirapuera recebe roda gigante iluminada

rodagigante

Quem for ao Parque do Ibirapuera desde a última sexta-feira (2), em São Paulo, vai poder brincar em uma roda gigante iluminada de rosa, em referência à campanha Outubro Rosa, de conscientização da importância dos exames de prevenção e combate ao câncer de mama. A roda gigante ficará até o dia 12.

O espaço contará ainda com uma tenda que terá vídeos explicativos sobre o câncer de mama e um médico para tirar dúvidas. No dia 12 haverá ainda uma caminhada gratuita de 3 km em torno do parque.

Fonte: G1.com

Outubro Rosa

cropped-layout-outubro-rosa.jpg

O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de promover a conscientização sobre a doença e compartilhar informações sobre o câncer de mama.

Desde 2010, o INCA participa deste movimento, promovendo espaços de discussão sobre o controle do câncer de mama e divulgando e disponibilizando seus materiais informativos, trazendo qualidade para o debate, tanto para os profissionais de saúde quanto para a sociedade.

Outubro Rosa
A campanha do INCA no Outubro Rosa têm como objetivos:
• Divulgar informações sobre câncer de mama;
• Abordar mitos e verdades sobre prevenção e detecção precoce da doença;
• Informar sobre benefícios e riscos da mamografia de rastreamento, possibilitando que a mulher tenha mais segurança para decidir sobre a realização do exame.

Para o Brasil, são esperados 57.120 casos novos de câncer de mama.

Não há uma causa única para o câncer de mama. Diversos fatores estão relacionados ao câncer de mama. Ser mulher e envelhecer são os principais fatores que aumentam o risco.

Fatores ambientais
• Obesidade, principalmente após a menopausa;
• Sedentarismo (não fazer exercícios);
• Sobrepeso;
• Consumo de bebida alcoólica;
• Exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X).
Fatores hormonais
• Primeira menstruação (menarca) antes de 12 anos;
• Não ter tido filhos;
• Primeira gravidez após os 30 anos;
• Não ter amamentado;
• Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos;
• Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.
Fatores genéticos
• História familiar de câncer de mama e ovário, principalmente em parentes de primeiro grau antes dos 50 anos;
• Alteração genética;
• A mulher que possui um desses fatores genéticos tem risco elevado para câncer de mama.

A presença de um ou mais desses fatores de risco não significa que a mulher terá necessariamente a doença.

Amamentação, prática de atividade física e alimentação saudável com a manutenção do peso corporal são fatores de proteção e estão associados a um menor risco de desenvolver a doença.

Detecção precoce
É importante que as mulheres, independentemente da idade, conheçam seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. Ao identificarem alterações suspeitas, devem procurar imediatamente um serviço de saúde para avaliação profissional.

Além de estar atenta ao próprio corpo, também é recomendado que a mulher faça exames de rotina de acordo com a sua idade. Esses exames podem ajudar a identificar o câncer antes de a pessoa ter sintomas. No Brasil, as orientações para detecção precoce do câncer de mama são:

Mulheres de 40 a 49 anos
Realizar o exame clínico das mamas anualmente.

Mulheres de 50 a 69 anos
Realizar exame clínico das mamas anualmente e mamografia a cada dois anos.

Mulheres com risco elevado para câncer de mama (caso na família de câncer de mama masculino; ter parente de primeiro grau [mãe, irmã, filha] que teve câncer de mama antes dos 50 anos; parente com câncer de mama bilateral (nas duas mamas) ou no ovário, em qualquer idade). Conversar com o seu médico para avaliação do risco e decidir a conduta a ser adotada.

Quais os benefícios e riscos da mamografia?

Antes dos 50 anos, as mamas são mais firmes e têm menos gordura (mamas densas), o que torna a mamografia limitada para identificar alterações. Por este motivo, quando o exame é realizado antes da faixa etária recomendada, pode trazer alguns riscos. No entanto, a mamografia de rastreamento pode trazer riscos para mulheres de todas as faixas etárias, como:

  • Resultados incorretos: suspeita de câncer de mama, que requer outros exames, sem que se confirme a doença (esse alarme falso gera ansiedade e estresse) ou resultado normal, quando existe o câncer (esse erro gera falsa segurança à mulher).
  • Ser diagnosticada e tratada, com cirurgia (retirada parcial ou total da mama,) quimioterapia e radioterapia, de um câncer que não ameaçaria a vida: isso ocorre em virtude do crescimento lento de certos tipos de câncer de mama, ou no caso de pacientes acima de 70 anos.
  • Exposição aos Raios X: raramente causa câncer, mas há um discreto aumento do risco quanto mais frequente é a exposição.

Em caso de resultado alterado no exame clínico das mamas, a mamografia é indicada e, neste caso, ela é considerada “mamografia diagnóstica”.

Clique aqui para ter mais informações sobre as ações de controle do câncer de mama no Brasil e sobre as orientações para detecção da doença.

Fonte: www.inca.gov.br