26 de abril | Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

saude_core

O que é hipertensão arterial sistêmica?

A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma condição clínica, causada por vários fatores, caracterizada por níveis elevados e sustentados de pressão arterial – PA (PA ≥140 x 90mmHg). Além de ser causa direta de cardiopatia hipertensiva, é fator de risco para doenças decorrentes de aterosclerose e trombose, que se manifestam, predominantemente, por complicações como doença arterial coronária, cerebrovascular, vascular periférica, insuficiência cardíaca e renal. A prevalência entre homens e mulheres, através de inquéritos populacionais é acima de 30%, intensificada à idade acima de 60 anos.

É consenso na literatura científica que o sucesso do tratamento da HAS e de suas complicações está condicionado às mudanças do estilo de vida, independente do tratamento medicamentoso, com destaque à redução dos fatores de riscos modificáveis: excesso de peso, alimentação inadequada, sedentarismo, tabagismo e consumo excessivo de álcool.

Sinais e sintomas:
– Precordialgia (dor no peito);
– Dor na nuca;
– Vertigem (tontura);
– Zumbido no ouvido;
– Fraqueza, distúrbios na visão (escotomas flutuantes);
– Epistaxe (sangramento nasal).

Como prevenir a Hipertensão Arterial Sistêmica:
– Procurar usar o mínimo de sal no preparo dos alimentos, recomenda-se 4 gramas de sal por dia (o equivalente a uma colher de chá), considerando todas as refeições e evitar deixar o saleiro na mesa;
– Ler sempre o rótulo dos alimentos industrializados, antes de compra-lo, atentando-se a quantidade de sódio presente (limite diário: 2000 mg de sódio);
– No preparo dos alimentos, procurar usar temperos naturais como alho, cebola, limão, cebolinha, salsinha, orégano, coentro, cominho, páprica, entre outros, pois realçam o sabor e o gosto dos alimentos e auxilia na redução do uso do sal. Evitar o uso de temperos prontos, atenção ao aditivo glutamato monossódico em alguns condimentos ou sopas, pois são ricos em sódio;
– Evitar alimentos embutidos como (salsicha, salame, linguiça e hambúrguer), enlatados ou em conserva (milho, palmito, azeitona, etc), molhos (ketchup, mostarda e maionese) e carnes salgadas (bacalhau, carne seca e defumados), devem ser evitados;
– Reduzir o consumo de gorduras e frituras, dar preferência a alimentos cozidos, assados ou grelhados;
– Limitar ou abolir a ingestão de bebidas alcoólicas e uso de cigarros, pois contribuem para a elevação da pressão arterial. O cigarro aumenta a resistência às medicações anti-hipertensivas, reduzindo o efeito esperado;
– Consumir diariamente pelo menos três porções de frutas e hortaliças, dar preferência a alimentos integrais, como pães, cereais e massas, pois são ricos em fibras e minerais;
– Realizar atividade física, no mínimo 30 minutos, cinco vezes na semana;
– Manter o peso saudável, a redução de 5 a 10% do peso corporal, é suficiente para reduzir a pressão arterial. O Índice de Massa Corpórea (IMC), deve ser inferior a 25 kg m² e a circunferência abdominal inferior a 94 cm para homens e 80 cm para mulheres;
– Controlar a ansiedade e o estresse.

Importante: Procurar um médico ao menor sinal, verificar regularmente a pressão arterial, realizar o acompanhamento ambulatorial com cardiologista e fazer uso dos medicamentos prescritos, diariamente e por toda a vida.

07 de abril | Dia mundial da saúde

hea001

Comemoramos no dia 07/04/2016 o DIA MUNDIAL DA SAÚDE. Você sabe quando e por que essa data foi criada?

Em 1948 a ASSEMBLÉIA MUNDIAL da Saúde criou essa data com o objetivo de conscientizar a população com relação a qualidade de vida e fatores que a influenciam.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o conceito de saúde é: “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”.

A saúde deve ser vista como uma forma de total bem-estar, que é conseguido não só através do tratamento de doenças ou sua prevenção, mas sim através de qualidade de vida.

E como conseguir esse equilíbrio?

Bem, primeiramente, estabeleça suas prioridades e respeite os seus limites. Nosso corpo é uma máquina fantástica, e como toda máquina, necessita de revisão, reparo e manutenção não é mesmo?

Pequenas mudanças nos hábitos hoje, influenciarão em sua qualidade de vida futuramente.

Dicas para melhoria na qualidade de vida:

  • Faça escolhas saudáveis na hora de se alimentar, opte por alimentos integrais, reduza ao máximo a ingestão de açúcares, gorduras e sal;
  • Não deixe que o sedentarismo te domine, pratique algum tipo de atividade física, pode iniciar com uma caminhada diária de 30 minutos por exemplo;
  • Faça o que lhe dá prazer;
  • Faça um checkup anualmente;
  • Divirta-se com amigos e familiares.

SEJA FELIZ!!!

06 de abril | Dia Mundial da Atividade Física

Vida-saudável-ajuda-no-controle-da-psoríase

Você sabe o que é atividade física?
Trata-se da prática envolvendo gasto de energia que consequentemente promovem alterações no organismo. Essas práticas envolvem movimento corporal, associado a atividade mental e social.

Em nosso cenário atual, nos deparamos com um problema, que é o SEDENTARISMO, devido aos hábitos do dia a dia. Esse dado é preocupante, uma vez que a longo prazo, o sedentarismo pode acarretar no desenvolvimento de doenças crônicas.

A prática de atividade física além de prevenir essas patologias, traz diversos benefícios como por exemplo:

• Fortalecimento dos ossos e articulações;
• Redução dos níveis de colesterol ruim (LDL) e aumento do colesterol bom (HDL);
• As crianças desenvolvem melhor as habilidades psicomotoras;
• Regulação de substâncias que regulam o sistema nervoso.

Estudos comprovam que adotando hábitos saudáveis, como por exemplo uma caminhada diária com duração de 30 minutos, reduz em 40% a probabilidade de mortalidade por patologia crônica.

Mas eu posso praticar qualquer tipo de atividade física?
Como falamos anteriormente, toda atividade que realizamos, onde há gasto de energia, é uma atividade física, porém para atingir melhores resultados, a prática de exercícios físicos se torna mais eficiente, uma vez que além de gastar a energia através dos movimentos, melhora também nossa postura corporal, por tratar-se de uma atividade com movimentos contínuos e regulares.

Para a prática de exercícios, é indicada a orientação de um profissional capacitado, que irá lhe orientar conforme sua evolução.
Importante: Pratique atividade física e deixe o sedentarismo através de pequenas mudanças nos hábitos diários de vida, como por exemplo:

• Vá à padaria ou comércios próximos de casa caminhando ao invés de usar o carro;
• Se for usuário de transporte público, desça 1 ponto antes e caminhe até o seu destino;
• Se for subir até dois andares, vá de escada ao invés de usar o elevador.

Dia Internacional de Combate à Tuberculose, uma doença curável

cartaz_tuberculose

No dia 24 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS), promove o Dia Mundial de Combate à Tuberculose. Seu objetivo é conscientizar a população de todos os países sobre o impacto da doença no mundo e falar sobre as medidas de prevenção e controle que estão ao alcance de qualquer pessoa. Além de trazer à tona o assunto que é muitas vezes negligenciado pela mídia, poder público e população, o fato de selecionar um dia para se lembrar da tuberculose é uma maneira de mobilizar o compromisso político e social para mais atenção na área da prevenção, da educação e do controle. Apesar de curável, a doença está atrás apenas do HIV/AIDS em casos de fatalidade causada por um único agente infeccioso.

Transmissão

Quando o doente tosse, fala ou espirra ele espalha no ar pequenas gotas onde ficam armazenados os micróbios. Dessa forma, uma pessoa com boa saúde, que respire este ar, pode levar este micróbio para os pulmões. É assim que acontece o contágio: o micróbio da tuberculose (bacilo de Koch) penetra no organismo das pessoas pela respiração. Portanto, a doença não se transmite pelo sexo, pelo sangue contaminado, pelo beijo, pelo copo, pelos talheres, pela roupa, pelo colchão.

A causa está ligada às questões socioeconômicas, sendo uma das doenças mais antigas que se tem relato na humanidade. Por isso, ela está incluída na lista das prioridades do Ministério da Saúde.

Nos últimos anos, o Brasil e o mundo vêm ampliando esforços para o controle da tuberculose, que continua sendo um grande problema de saúde pública, essencialmente em função do aparecimento da Aids, do aumento do processo migratório e da pobreza. Os índices da doença, que diminuíam gradativamente na década de 80, voltaram a crescer nos anos 90, associados ao também risco de aparecimento de bacilos resistentes.

Sintomas

Emagrecimento, canseira, febre baixa no final do dia, suor à noite e tosse com expectoração são os sintomas da tuberculose. Podendo também existir gânglios no pescoço. A tuberculose não pode ser detectada somente por um exame físico. A prevenção da doença é feita através da vacinação com BCG em crianças menores de cinco anos e o encaminhamento de pessoas que convivem com o doente e os que têm sintomas respiratórios à Unidade Básica de Saúde para fazer exames.

Cura

Apesar de ser uma moléstia grave que pode levar à morte, o tratamento adequado garante a cura do paciente. Ao surgir sintomas como tosse por mais de três semanas, procure, rapidamente, a unidade de saúde mais próxima. O diagnóstico e o tratamento são oferecidos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Fonte: MinhaVida.com.br

12 de Março – Dia Mundial do RIM

Sem título

Com o tema “Saúde dos rins para todos” a Fundação Pró-Rim realiza este ano o Dia Mundial do Rim (12/03) com várias ações de prevenção.

O tema do Dia Mundial do Rim será “Rins saudáveis”. Neste ano o foco é alertar a população com relação a adoção de hábitos saudáveis, ingestão de água, mudança de estilo de vida e autocuidado das doenças crônicas não transmissíveis, como hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus e obesidade.

Você já fez um check up dos seus rins? Faça a avaliação anual de saúde com um médico de sua confiança e não esqueça, há sintomas silenciosos que só os exames laboratoriais podem identificar!

Abaixo você pode conferir alguns vídeos e artigos com dicas de prevenção.

Fonte: Dia Mundial do Rim

Dia Internacional da Mulher, como e por que o mundo celebra?

dia-da-mulher-cem-homens

Se você está procurando uma oportunidade para celebrar e agradecer pelas mulheres maravilhosas que você tem em sua vida, o dia 08 de março é a uma oportunidade perfeita. Esta é a data conhecida como o Dia Internacional da Mulher, comemorado em todo o mundo em prol do respeito, apreço e amor por todas as mulheres.

O oito de março é um dia em que todos nós podemos esquecer os papéis de gênero que vieram sendo impostos desde a Idade Média para comemorarmos o fato de que mulheres e homens hoje têm direitos iguais. É uma celebração muito importante e tem sido realmente reconhecida e comemorada desde o início da década de 1900: um momento de turbulência e de industrialização.

Esse foi um período de grande agitação política e de ideologias radicais, mas foi a batalha travada pelas mulheres, para serem reconhecidas, o acontecimento que mais se destaca. E, assim, como qualquer boa história, elas conseguiram o que queriam no final.

Isso é o que nós celebramos no Dia Internacional da Mulher – mas como?

“Tornando-se um feriado público”

Em muitos países, o Dia Internacional da Mulher é um feriado público – ou seja – nada de escola e nem de trabalho.

Países como o Cazaquistão, Mongólia, Armênia e Burkina Faso são apenas algumas das nações que comemoram a data com o uso de um feriado público, enquanto alguns países, como a China, só permitem que as mulheres tenham este dia como um feriado.

Fonte: Exame.com.br