Campanha 20 Anos O Câncer de Mama no Alvo da Moda

foto capa

A campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda fez 20 anos em 2015. Para celebrar, foi criado um filme que surpreendeu até mesmo as estrelas convidadas para participar da Campanha. E você, como reagiria ao câncer de mama, o segundo mais incidente e o que mais mata as mulheres no Brasil?

‪#‎20AnosNoAlvoDaModa ‪#‎OutubroRosa‪#‎CancerDeMama ‪#‎SuaSaude ‪#‎Mulher ‪#‎Mamografia‪#‎VamosFazerADiferencaAntesDoOutubroRosaDe2016

 

É preciso saber!

infg-dengue-zika-chikungunya-01

DENGUE: é uma doença viral transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. No Brasil, foi identificada pela primeira vez em 1986. Estima-se que 50 milhões de infecções por dengue ocorram anualmente no mundo.

TRANSMISSÃO

A principal forma de transmissão é pela picada dos mosquitos Aedes aegypti. Há registros de transmissão vertical (gestante – bebê) e por transfusão de sangue. Existem quatro tipos diferentes de vírus do dengue: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4.

SINAIS E SINTOMAS

A infecção por dengue pode ser assintomática, leve ou causar doença grave, levando à morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele.

Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Na fase febril inicial da doença pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, sangramento de mucosas, entre outros sintomas.

Ao apresentar os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde

TRATAMENTO

Não existe tratamento específico para dengue. O tratamento é feito para aliviar os sintomas. Quando aparecer os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde mais próximo, fazer repouso e ingerir bastante líquido. Importante não tomar medicamentos por conta própria

PREVENÇÃO

Ainda não existe vacina ou medicamentos contra dengue. Portanto, a única forma de prevenção é acabar com o mosquito, mantendo o domicílio sempre limpo, eliminando os possíveis criadouros. Roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia, quando os mosquitos são mais ativos, proporcionam alguma proteção às picadas e podem ser adotadas principalmente durante surtos. Repelentes e inseticidas também podem ser usados, seguindo as instruções do rótulo. Mosquiteiros proporcionam boa proteção pra aqueles que dormem durante o dia (por exemplo: bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos).

CHIKUNGUNYA: é uma doença transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. No Brasil, a circulação do vírus foi identificada pela primeira vez em 2014. Chikungunya significa “aqueles que se dobram” em swahili, um dos idiomas da Tanzânia. Refere-se à aparência curvada dos pacientes que foram atendidos na primeira epidemia documentada, na Tanzânia, localizada no leste da África, entre 1952 e 1953.

SINTOMAS

Os principais sintomas são febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Não é possível ter chikungunya mais de uma vez. Depois de infectada, a pessoa fica imune pelo resto da vida. Os sintomas iniciam entre dois e doze dias após a picada do mosquito. O mosquito adquire o vírus CHIKV ao picar uma pessoa infectada, durante o período em que o vírus está presente no organismo infectado. Cerca de 30% dos casos não apresentam sintomas

TRATAMENTO

Não existe vacina ou tratamento específico para Chikungunya. Os sintomas são tratados com medicação para a febre (paracetamol) e as dores articulares (antiinflamatórios). Não é recomendado usar o ácido acetilsalicílico (AAS ou Aspirina) devido ao risco de hemorragia. Recomenda‐se repouso absoluto ao paciente, que deve beber líquidos em abundância.

PREVENÇÃO

Assim como a dengue, é fundamental que as pessoas reforcem as medidas de eliminação dos criadouros de mosquitos nas suas casas e na vizinhança. Quando há notificação de caso suspeito, as Secretarias Municipais de Saúde devem adotar ações de eliminação de focos do mosquito nas áreas próximas à residência e ao local de atendimento dos pacientes.

ZIKA: é um vírus transmitido pelo Aedes aegypti e identificado pela primeira vez no Brasil em abril de 2015. O vírus Zika recebeu a mesma denominação do local de origem de sua identificação em 1947, após detecção em macacos sentinelas para monitoramento da febre amarela, na floresta Zika, em Uganda.

SINTOMAS

Cerca de 80% das pessoas infectadas pelo vírus Zika não desenvolvem manifestações clínicas. Os principais sintomas são dor de cabeça, febre baixa, dores leves nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos. Outros sintomas menos frequentes são inchaço no corpo, dor de garganta, tosse e vômitos. No geral, a evolução da doença é benigna e os sintomas desaparecem espontaneamente após 3 a 7 dias. No entanto, a dor nas articulações pode persistir por aproximadamente um mês. Formas graves e atípicas são raras, mas quando ocorrem podem, excepcionalmente, evoluir para óbito, como identificado no mês de novembro de 2015, pela primeira vez na história.

TRANSMISSÃO

O principal modo de transmissão descrito do vírus é pela picada do Aedes aegypti. Outras possíveis formas de transmissão do vírus Zika precisam ser avaliadas com mais profundidade, com base em estudos científicos. Não há evidências de transmissão do vírus Zika por meio do leito materno, assim como por urina, saliva e sêmen. Conforme estudos aplicados na Polinésia Francesa, não foi identificada a replicação do vírus em amostras do leite, assim como a doença não pode ser classificada como sexualmente transmissível. Também não há descrição de transmissão por saliva.

TRATAMENTO

Não existe tratamento específico para a infecção pelo vírus Zika. Também não há vacina contra o vírus. O tratamento recomendado para os casos sintomáticos é baseado no uso de acetaminofeno (paracetamol) ou dipirona para o controle da febre e manejo da dor. No caso de erupções pruriginosas, os anti-histamínicos podem ser considerados.

Não se recomenda o uso de ácido acetilsalicílico (AAS ou Aspirina) e outros anti-inflamatórios, em função do risco aumentado de complicações hemorrágicas descritas nas infecções por outros flavivírus. Os casos suspeitos devem ser tratados como dengue, devido à sua maior frequência e gravidade conhecida.

CUIDADOS PARA O PÚBLICO EM GERAL

Prevenção/Proteção
Utilize telas em janelas e portas, use roupas compridas – calças e blusas – e, se vestir roupas que deixem áreas do corpo expostas, aplique repelente nessas áreas. Fique, preferencialmente, em locais com telas de proteção, mosquiteiros ou outras barreiras disponíveis.

Cuidados
Caso observe o aparecimento de manchas vermelhas na pele, olhos avermelhados ou febre, busque um serviço de saúde para atendimento. Não tome qualquer medicamento por conta própria. Procure orientação sobre planejamento reprodutivo e os métodos contraceptivos nas Unidades Básicas de Saúde.

Informação
Utilize informações dos sites institucionais, como o do Ministério da Saúde e das Secretarias de Saúde. Se deseja engravidar: busque orientação com um profissional de saúde e tire todas as dúvidas para avaliar sua decisão. Se não deseja engravidar: busque métodos contraceptivos em uma Unidade Básica de Saúde.

CUIDADOS PARA GESTANTE

Prevenção/Proteção
Utilize telas em janelas e portas, use roupas compridas – calças e blusas – e, se vestir roupas que deixem áreas do corpo expostas, aplique repelente nessas áreas. Fique, preferencialmente, em locais com telas de proteção, mosquiteiros ou outras barreiras disponíveis.

Cuidados
Busque uma Unidade Básica de Saúde para iniciar o pré-natal assim que descobrir a gravidez e compareça às consultas regularmente. Vá às consultas às consultas uma vez por mês até a 28ª semana de gravidez; a cada quinze dias entre a 28ª e a 36ª semana; e semanalmente do início da 36ª semana até o nascimento do bebê. Tome todas as vacinas indicadas para gestantes. Em caso de febre ou dor, procure um serviço de saúde. Não tome qualquer medicamento por conta própria.

Informação
Se tiver dúvida, fale com o seu médico ou com um profissional de saúde.
Relate ao seu médico qualquer sintoma ou medicamento usado durante a gestação.
Leve sempre consigo a Caderneta da Gestante, pois nela consta todo seu histórico de gestação

CUIDADOS COM O RECÉM-NASCIDO

Proteger o ambiente com telas em janelas e portas, e procurar manter o bebê com uso contínuo de roupas compridas – calças e blusas.
Manter o bebê em locais com telas de proteção, mosquiteiros ou outras barreiras disponíveis.
A amamentação é indicada até o 2º ano de vida ou mais, sendo exclusiva nos primeiros 6 meses de vida.
Caso se observem manchas vermelhas na pele, olhos avermelhados ou febre, procurar um serviço de saúde.
Não dar ao bebê qualquer medicamento por conta própria.

Informação
Após o nascimento, o bebê será avaliado pelo profissional de saúde na maternidade. A medição da cabeça do bebê (perímetro cefálico) faz parte dessa avaliação.
Além dos testes de Triagem Neonatal de Rotina (teste de orelhinha, teste do pezinho e teste do olhinho), poderão ser realizados outros exames.
Leve seu bebê a uma Unidade Básica de Saúde para o acompanhamento do crescimento e desenvolvimento conforme o calendário de consulta de puericultura.
Mantenha a vacinação em dia, de acordo com o calendário vacinal da Caderneta da Criança

A RELAÇÃO DO ZIKA VÍRUS COM A MICROCEFALIA

Microcefalia é uma malformação congênita, em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada. Neste caso, os bebês nascem com perímetro cefálico (PC) menor que o normal, ou seja, igual ou inferior a 32 cm. Essa malformação congênita pode ser efeito de uma série de fatores de diferentes origens, como substâncias químicas e agentes biológicos (infecciosos), como bactérias, vírus e radiação.

O Ministério da Saúde confirmou a relação entre o vírus Zika e a microcefalia. O Instituto Evandro Chagas, órgão do ministério em Belém (PA), encaminhou o resultado de exames realizados em um bebê, nascida no Ceará, com microcefalia e outras malformações congênitas. Em amostras de sangue e tecidos, foi identificada a presença do vírus Zika. Essa é uma situação inédita na pesquisa científica mundial.

As investigações sobre o tema, entretanto, continuam em andamento para esclarecer questões como a transmissão desse agente, a sua atuação no organismo humano, a infecção do feto e período de maior vulnerabilidade para a gestante. Em análise inicial, o risco está associado aos primeiros três meses de gravidez. O achado reforça o chamado para uma mobilização nacional para conter o mosquito transmissor, o Aedes aegypti, responsável pela disseminação doença.

COMO DENUNCIAR OS FOCOS DOS MOSQUITOS

As ações de controle da dengue ocorrem, principalmente, na esfera municipal. Quando o foco do mosquito é detectado, e não pode ser eliminado pelos moradores de um determinado local, a Secretaria Municipal de Saúde deve ser acionada.

É preciso saber que o único causador dessas três doenças graves é o mosquito Aedes aegypti em sua picada. Portanto é preciso conscientização e ações de cada um de nós para que o mosquito seja eliminado do nosso meio!

Fonte: Combate Aedes

Prevenção e Controle do Diabetes

sugar-substitutes-and-artificial-sweeteners-1

• Alimente-se a cada 3 horas! Opte por fazer uma alimentação regular e sem excessos!

• Prefira consumir produtos in natura aos industrializados. Estes são ricos em gorduras e conservantes que se acumulam em seu corpo promovendo um índice glicêmico elevado.

• Troque o frito pelo assado, grelhado ou cozido! Desta forma estará evitando o consumo de gordura além do necessário!
• Na ausência de produtos in natura, dê preferência a produtos diet.

• Como sobremesa, prefira frutas! Mas evite ultrapassar o consumo de três unidades/porção por dia.

• Dispense a adição de açúcar/mel no café, chá ou suco, prefira consumir estes produtos in natura ou com adoçantes.

• Dê preferência a pães, bolos e massas integrais. Estes são ricos em fibras que auxiliam no metabolismo dos carboidratos!

• Evite a composição de batata, macarrão, arroz, mandioca ou outros carboidratos na mesma refeição!

• Beba água! A quantidade em média por dia para um adulto são de 2 litros! Se não houver nenhuma restrição!

• Realize exercícios físicos regularmente, inicie de forma simples como por exemplo caminhada no parque ou pista!

• Faça uso correto das medicações prescritas pelo seu médico, respeitando quantidade e horários!

Lembre-se! Alimentar-se de forma saudável e fazer atividade física é importante para o controle de agravos e prevenção de inúmeras doenças!

Fonte: DAB-Departamento de Atenção Básica

Artrite/Artrose

saúde professor - artrite

A Artrite e a Artrose, fazem parte do conjunto de doenças agrupadas sob a designação de Reumatismo. Artrite é uma doença inflamatória crônica que pode afetar várias articulações. Tem causa desconhecida, mais facilmente observada em mulheres jovens se agravando com o envelhecimento, mas que também acomete homens.

Já a Artrose é uma doença que se caracteriza pelo desgaste da cartilagem articular e por alterações ósseas, ou seja, deformidades conhecidas popularmente como bico de papagaio e na maioria das vezes afeta mais as pessoas idosas. Ocorre por causa desconhecida, alterações metabólicas ou hereditariedade.

A dor é uma característica em comum para as duas doenças e lguns alimentos por terem propriedades anti-inflamatórias e oxidantes podem ajudar a amenizá-la:

• Atum, sardinha, salmão, truta, tilápia, arenque, anchova, cavalinha, bacalhau; sementes de chia e linhaça, castanha de caju e do Pará, amendoim e nozes, por serem ricos em ômega 3.

• Alho macerado e cebola, por conterem alicina, considerado um ótimo anti-inflamatório.

• Frutas cítricas como laranja, abacaxi, limão, acerola, pela presença de vitamina C, portanto, melhoram o sistema imunológico.

• Frutas vermelhas como romã, melancia, cereja, morango e goiaba, por conterem antocianina, que tem ação antioxidante.

• Legumes e verduras, principalmente a couve-flor, tomate, brócolis, espinafre, repolho e cenoura.

• Leite desnatado e queijos brancos como por exemplo ricota e cottage.

• Procure evitar alimentos condimentados e industrializados.

• Manter o peso adequado também é muito importante, pois o excesso de peso pode causar sobrecarga nas articulações, piorando a dor, além de que a gordura favorece o processo inflamatório.

• Atividade física orientada por um profissional capacitado também é indicado!

Nos casos de artrite gotosa a inflamação é causada pelo acúmulo de ácido úrico, por isso é importante evitar o excesso alimentos que aumentam o ácido úrico como por exemplo: carne vermelha, carne de frango, fígado, moela, coração e bebidas alcóolicas.

Lembre-se! Alimentar-se de forma saudável é importante para o controle de agravos de inúmeras doenças!

Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia

Cuide bem daquele que faz tanto por você!

child_heart

No dia 27 de setembro comemoramos o dia mundial do coração! E a melhor forma de celebrar esta data é nos conscientizarmos quanto a prevenção dos riscos de desenvolver doenças cardiovasculares (infarto agudo do miocárdio, insuficiência cardíaca congestiva). Ao receber estas informações repasse para um amigo ou familiar!

O coração é o órgão responsável por bombear sangue oxigenado para todo o corpo, para nutrição das células de cada órgão. Chamamos de cardiovasculares as doenças que afetam o coração, e se o coração não está bem para realizar suas funções, outros órgãos assim como ele, serão prejudicados.

Existem diversos fatores de riscos que contribuem para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, alguns fatores são modificáveis, outros não:

Fatores de risco não modificáveis:

– Hereditariedade

– Idade

– Gênero (masculino, feminino)

Fatores de risco modificáveis:

– Tabagismo

– Colesterol alterado

– Hipertensão arterial

– Inatividade física ou sedentarismo

– Sobrepeso ou obesidade

– Circunferência abdominal elevada

– Diabetes Mellitus

– Alimentação inadequada (ingestão excessiva de alimentos gordurosos e industrializados)

Confira alguns passos que podem ser seguidos para garantir o controle dos fatores de risco para as doenças cardiovasculares:

  • Tenha uma alimentação saudável
  • Não fique parado, movimente-se!
  • Livre-se do cigarro!
  • Mantenha um peso saudável
  • Conheça seus números (pressão, glicemia, colesterol e IMC)!
  • Limite a ingestão de álcool

Lembrem-se! Dê um passo de cada vez! Insira saudáveis e novos hábitos gradativamente em sua rotina! Pequenas mudanças, grandes resultados!

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia- 2015

Você pode! Doe Órgãos!

DoeOrgaosDoeVida

Você já pensou em doar seus órgãos?

A doação de órgãos é um ato de amor pelo qual manifestamos a vontade de doar partes do nosso corpo para ajudar no tratamento de outras pessoas!

Todos podem doar os órgãos após a morte, porém, somente após a confirmação do diagnóstico médico de morte encefálica, ou seja, quando é constado que a atividade neural foi interrompida em caráter irreversível.

Após o diagnóstico de morte encefálica coração realiza suas funções ás custas de medicamentos, os pulmões funcionam com ajuda de aparelhos, e a alimentação é realizada por via endovenosa.

Doando os seus órgãos você poderá salvar ou melhorar a qualidade de vida, de pelo menos Vinte e Cinco pessoas!

Veja os órgãos que podem ser doados:

Dois rins, dois pulmões, coração, fígado, pâncreas, duas córneas, três válvulas cardíacas, ossos do ouvido interno, cartilagem costal, crista ilíaca, cabeça do fêmur, tendão da patela, ossos longos, fáscia lata, veia safena, pele, duas mãos.

Para ser um doador basta expressar sua vontade em ajudar outras pessoas, para seus familiares e amigos! Pois são eles que irão fazer a autorização!

Dia 27 de setembro é o dia Mundial da Doação de Órgãos! Dia de conscientização! Pense nisso!

Fonte: Biblioteca Virtual em Saúde

VOCÊ JÁ OUVIU FALAR DA CAMPANHA “EU ASSUMI”?

123

Você já ouviu falar da campanha “Eu Assumi”, da ABTO (Associação Brasileira de Transplante de Órgãos)? Ela ressalta a importância de comunicar aos familiares o desejo de doar os órgãos, já que só eles podem decidir sobre o assunto.

A campanha começou a ser veiculada na internet no dia 07/04 e conta com Luana Piovani como garota-propaganda. “Optei por ser doadora de órgãos porque, para mim, essa questão é muito simples. Se eu não vou precisar mais, por que não ajudar alguém que precisa? É uma opção de vida e eu me sinto lisonjeada de ser uma comunicadora dessa ideia”, diz Luana.

O projeto também ensinará às pessoas como se declarar doador de órgãos através do Facebook – clicar em ‘Evento Cotidiano’, depois em ‘Saúde, em Bem-Estar’ e encontrar a opção ‘Doador de Órgãos’. Não basta se declarar, mas é preciso ‘taguear’ os familiares para que eles tenham conhecimento. Para a ABTO, quando eles sabem dessa decisão dificilmente vão contrariar o desejo da pessoa.

Quer saber mais sobre a campanha? Clique aqui.

Apelo de garoto americano doente faz disparar doação de medula em SP

pelavida

O drama de um menino americano de 11 anos fez disparar o número de pessoas interessadas em serem doadoras de medula óssea no hemocentro da Santa Casa, em São Paulo. Até a semana passada, cerca de 40 pessoas faziam o cadastro por dia, número que saltou para 600 depois de um apelo do garoto nas redes sociais.

Tancrède Bouveret descobriu há poucos dias uma forma rara de leucemia, que afeta a produção de células. Segundo os médicos, ele só consegue esperar mais três semanas por um doador compatível, porque em breve seu estado de saúde não dará mais condições de fazer o transplante.

A pedido do garoto causou uma repercussão imediata nas redes sociais. Famosos brasileiros, como os jogadores Neymar e Kaká, reforçaram a corrente e postaram mensagens de apoio.

Quem quiser ajudar aqueles que, assim como Bouveret, precisam de doação, pode fazer a sua parte aqui no Brasil. Para se tornar um doador, o processo é o seguinte: primeiro, se faz um cadastro em um banco de sangue. Depois, é colhida uma amostra do sangue, para futura avaliação genética e de compatibilidade.

A partir daí, o interessado já entra no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME), que será consultado toda vez que alguém precisa de doação.

Se o transplante for compatível, o doador é chamado para que a medula óssea seja coletada. Para doar, é preciso ter entre 18 e 54 anos e estar bem de saúde.

Veja lista de hemocentros no estado de São Paulo:

São Paulo
Santa Casa de Misericórdia
Rua Marquês de Itu, 579 – Vila Buarque – São Paulo
CEP: 01221-001
Telefone: (11) 2176-7000 / 0800-167-055

Hemocentro Regional de Ribeirão Preto
Rua Tenente Catão Roxo 2501 – Monte Alegre
CEP: 14.051-140
Telefone: (16) 2101-9351
Hemocentro Regional de Marília
Rua Lourival Freire, 240 – Fragata
CEP: 17.519-050
Telefone: (14) 3402-1868 / 3402-1866

Hemocentro Regional de Campinas
Rua Carlos Chagas, 480 – Hemocentro da Unicamp
CEP: 13.083-878
Telefone: (19) 3521-8705 / 0800-7228432
Núcleo de Hemoterapia de Franca
Av. Dr. Hélio Palermo, 4181 – Santa Eugênia
CEP.: 14409-045
Telefone: (16) 3727-3666

Hospital de Câncer de Barretos – Fundação Pio XII
Rua Antenor Duarte Vilela, 1331 – Dr. Paulo Prata
Telefone: (17) 3321-6600
Hemonúcleo Hospital Universitário de Taubaté
Av. Granadiero Guimarães, 270
CEP.: 12020-130
Telefone: (12) 3625-7512 ou (12) 3625-7623

Hemocentro São José do Rio Preto
Av. Jamil Feres Kfouri, 80 – Jardim Panorama
Telefone: (17) 3201-5151 / 3201-5078
Serviço de Hemoterapia e Hematologia de São José dos Campos
Rua Antonio Sais, 425 – Centro
CEP: 12210-040
Telefone: (12) 3519-3766

Hemocentro Regional de Araçatuba
Avenida Arthur Ferreira da Costa, 330 – Aviação
CEP: 16055-500
Telefone: (18) 2102-9400
Hemocentro Regional de Marília
Rua Lourival Freire, 240 – Fragata
CEP: 17519-050
Telefone: (14) 3402-1868

Hemonúcleo Regional de Sorocaba
Av Comendador Pereira Inácio, 564 – Vergueiro
Telefone: (15) 3332-9466
Hemonúcleo Regional de Santos
Rua Osvaldo Cruz, 197 – Boqueirão
Telefone: (13) 3233-4265

Hemonúcleo Regional de Bauru
Rua Monsenhor Claro, 888 – Centro
CEP: 17015-360
Telefone: (14) 3234-4412

Fonte: G1.com

Volvo desenvolve tinta que brilha no escuro para ciclistas

LIFEPAINT2

A Volvo não está pensando apenas nos carros e nos seus clientes motoristas. Está, também, de olho nos ciclistas.

A marca desenvolveu, junto com a agência de publicidade Grey de Londres, uma simples e importante tecnologia para os adeptos das bikes.

size_810_16_9_volvo-bike

Em parceria com a startup sueca Albedo100, eles lançaram uma “tinta” especial que brilha no escuro, garantindo a visibilidade e segurança dos ciclistas à noite.

“Tinta” entre aspas porque não é de fato uma tinta. É um spray que adere às superfícies quando usado no capacete, nas roupas, no tênis ou no corpo da bicicleta. Ele é totalmente transparente durante o dia, mas no escuro brilha e reflete outras luzes.

O spray foi batizado de LifePaint.

LIFEPAINT

O lançamento faz parte de uma campanha desenvolvida pela Grey para a segurança nas ruas e estradas inglesas.

Desde o dia 27 de março, duas mil latas foram colocadas à venda em seis pontos de Londres. É um lançamento-teste. Se for bem recebido, novas remessas serão produzidas.

Confira o vídeo da campanha e mais detalhes no site da Volvo.

25/11 – Dia Internacional do doador de sangue

20150123135429

Doação de sangue é o processo pelo qual um doador voluntário tem seu sangue coletado para armazenamento em um banco de sangue ou hemocentro para um uso subsequente em uma transfusão de sangue.

O processo é rápido e muito prático. Basta encaminhar-se a algum posto de doação de sangue e fazer sua parte.

  • Quatro é o número de vidas que podem ser salvas com cada doação de sangue;
  • Sangue representa cerca de 7% do peso corporal de um indivíduo adulto;
  • Doando sangue você não ganha nem perde peso;
  • Mulheres podem doar sangue mesmo no período menstrual;
  • Mulheres representam menos de 40% dos doadores de sangue no Brasil;
  • Para o homem, após uma doação de 450 ml de sangue, o plasma é reposto em 48 a 72 horas, os glóbulos vermelhos em aproximadamente 4 semanas e o estoque de ferro em aproximadamente 8 semanas;
  • Para a mulher, após uma doação de 450 ml de sangue, o plasma é reposto em 48 a 72 horas, os glóbulos vermelhos em aproximadamente 4 semanas e o estoque de ferro em aproximadamente 12 semanas;

Cinco são as etapas para uma doação de sangue: cadastro (ou registro) do doador, triagem clínica (inclui teste de anemia, verificação da pressão arterial, batimentos cardíacos, peso, temperatura e questionário sobre sua saúde), voto de auto-exclusão, doação propriamente dita e lanche pós- doação.

Segue alguns requisitos e restrições para doação de sangue

Requisitos básicos

  • Estar em boas condições de saúde;
  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos;
  • Pesar no mínimo 50kg;
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);
  • Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social);

Impedimentos temporários

  • Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas;
  • Gravidez;
  • 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana;
  • Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses);
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;
  • Tatuagem nos últimos 12 meses;
  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses;
  • Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são estados onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses estados deve aguardar 12 meses;

Impedimentos definitivos

  • Hepatite após os 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis;
  • Malária;
  • Hepatite após o 11º aniversário: Recusa Definitiva; Hepatite B ou C após ou antes dos 10 anos: Recusa definitiva; Hepatite por Medicamento: apto após a cura e avaliado clinicamente; Hepatite viral (A): após os 11 anos de idade, se trouxer o exame do diagnóstico da doença, será avaliado pelo médico da triagem;

Intervalos entre as doações

  • Homens – 60 dias (máximo de 04 doações nos últimos 12 meses);
  • Mulheres – 90 dias (máximo de 03 doações nos últimos 12 meses).

Locais

Posto Clínicas

Av. Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 155 1º andar – Cerqueira César – São Paulo.
De segunda a sexta-feira, das 7 às 19h00.
Sábados e feriados, das 8 às 18h00.
Domingos, 1º e 3º de cada mês, das 8 às 13h00.
Fechado nos demais domingos.
Estacionamento gratuito para carros, por até duas horas.

Posto Dante Pazzanese

Av. Dr. Dante Pazzanese, 500 – Ibirapuera – São Paulo.
De segunda a sexta, das 8 às 17h00.
Sábados, das 8 às 16h00.
Fechado aos domingos e feriados.

Posto Regional de Osasco

Rua Ari Barroso, 355 – Presidente Altino – Osasco.
De segunda a sexta-feira, das 8 às 16h30.
Sábados, 1º, 3º e 5º de cada mês, das 8 às 16h00.
Fechado nos demais sábados, domingos e feriados.

Posto Barueri

Angela Mirella, 354 Térreo – Jd. Barueri – Barueri.
Próximo à Av. Sebastião Davino dos Reis.
De segunda a sexta-feira, das 8 às 16h00.
Fechado aos sábados, domingos e feriados.

Posto Mandaqui

Voluntários da Pátria, 4227 – Mandaqui – São Paulo.
De segunda a sexta-feira, das 12h45 às 18h00.
Fechado aos sábados, domingos e feriados.

Posto Pedreira

João Francisco de Moura, 251 – Vila Campo Grande – São Paulo.
De segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h30.
Sábados, 1º, 3º e 5º de cada mês, das 7h30 às 16h30.
Fechado nos demais sábados, domingos e feriados.

Fonte: Fundação Pró-sangue